Blitze flagram motoristas em irregularidades

Além de ações educativas por toda a cidade, a Semana Nacional de Trânsito em Curitiba, de 18 a 25 de setembro, promoveu blitze em cinco bairros.

  • Na Semana Nacional de Trânsito, cerca de 300 motoristas curitibanos foram flagrados por cometer algum tipo de infração.
Foto: Divulgação
  • Na Semana Nacional de Trânsito, cerca de 300 motoristas curitibanos foram flagrados por cometer algum tipo de infração.
Foto: Divulgação
  • Na Semana Nacional de Trânsito, cerca de 300 motoristas curitibanos foram flagrados por cometer algum tipo de infração.
Foto: Divulgação
  • Na Semana Nacional de Trânsito, cerca de 300 motoristas curitibanos foram flagrados por cometer algum tipo de infração.
Foto: Divulgação
  • Na Semana Nacional de Trânsito, cerca de 300 motoristas curitibanos foram flagrados por cometer algum tipo de infração.
Foto: Divulgação
  • Na Semana Nacional de Trânsito, cerca de 300 motoristas curitibanos foram flagrados por cometer algum tipo de infração.
Foto: Divulgação
  • Na Semana Nacional de Trânsito, cerca de 300 motoristas curitibanos foram flagrados por cometer algum tipo de infração.
Foto: Divulgação

Além de ações educativas por toda a cidade, a Semana Nacional de Trânsito em Curitiba, de 18 a 25 de setembro, promoveu  blitze conjuntas da Secretaria Municipal da Defesa Social e Trânsito (com agentes de trânsito e guardas municipais), do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) e da Polícia Rodoviária Federal.

Cerca de 300 motoristas curitibanos foram flagrados cometendo algum tipo de infração nas fiscalizações feitas nos bairros Xaxim, CIC, Novo Mundo, Pinheirinho e Cajuru. A principal continua sendo a falta de documentação obrigatória: 50% das multas aplicadas (141 registros) na Semana do Trânsito foram por esse motivo.

Além de multa no valor de R$ 293,47, o Código de Trânsito Brasileiro estabelece infração gravíssima (com perda de sete pontos na carteira de habilitação) para as situações nas quais o motorista “conduz o veículo registrado que não esteja devidamente licenciado”, conforme artigo 230, inciso V. 

Outros 22 condutores - 7,83% dos autuados - estavam dirigindo sem ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou a Permissão Para Dirigir (PPD).

Também houve casos de placa falsificada, veículo sem placa, motorista e passageiro sem cinto de segurança, transporte de criança sem observância das normas de segurança, e, até, de motorista que tentou transpor o bloqueio da blitz.

Análise

As secretarias municipais da Saúde e da Defesa Social e Trânsito analisam os casos de acidentes com mortes na cidade, por meio do Projeto Vida no Trânsito. “A partir desse panorama, programamos ações educativas e fiscalizatórias, também como tentativa de mudança na cultura do motorista que insiste em cometer irregularidades que podem acarretar acidentes”, explica a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella.

Na Semana Nacional do Trânsito foram abordados 956 veículos na cidade - 627 carros e 329 motos. Ao todo, foram aplicadas 292 autuações, sendo 231 de natureza gravíssima, 13 de natureza grave, 37 média e 11 leve.

As autuações resultaram, ainda, na remoção de 152 veículos: 93 carros, 57 motos e dois caminhões.

Compartilhe nas redes sociais

Mais notícias

Setran promove leilão de veículos apreend ...

São modelos que, após remoção em fiscalizações de trânsito, não foram retirados pelos proprietários no prazo previsto em lei

Alteração em rua do Jardim das Américas

Medida é válida para uma quadra da Rua Coronel Baeta de Faria, entre a Avenida Coronel Francisco H. dos Santos e a Rua Rodolpho Senff

Fiscalização flagra transporte irregular

Responsáveis pelos veículos não tinham licença e estavam com excesso de passageiros

Festival aborda importância das leis nas ...

Cerca de 350 estudantes da rede municipal participaram de evento