Ministério acompanha Vida no Trânsito

Dados relativos ao ano de 2018 serão divulgados até o fim de maio

  • Representante do Ministério da Saúde acompanha Vida no Trânsito em Curitiba.Na imagem, monitora do PVT pelo governo federal, Marta Malheiros participou da reunião mensal de avaliação dos trabalhos.
Foto: Divulgação
  • Representante do Ministério da Saúde acompanha Vida no Trânsito em Curitiba.Na imagem, monitora do PVT pelo governo federal, Marta Malheiros participou da reunião mensal de avaliação dos trabalhos.
Foto: Divulgação

A equipe multisetorial da Prefeitura que integra o Programa Vida no Trânsito (PVT) recebeu a visita de uma representante do Ministério da Saúde nesta quinta-feira (11/4). Monitora do PVT pelo governo federal, Marta Malheiros participou da reunião mensal de avaliação dos trabalhos, com a participação de entidades da sociedade civil.

Durante a reunião foram debatidos a estruturação do plano de ação municipal do PVT a ser colocado em prática até 2020 e o panorama do que foi desenvolvido no último ano. “A divulgação dos dados compilados referentes a 2018 está prevista para o final do próximo mês, quando ocorre o Maio Amarelo”, afirmou a coordenadora do PVT pela Secretaria Municipal da Saúde, Anna Rosa Rissatto Ruzyk.

Para a representante do Ministério da Saúde, é fundamental trazer as atividades que foram realizadas em determinado período para análise dos impactos e para definição das próximas ações. E destacou o trabalho conjunto. “Esse senso de pertencimento é importante ao programa e para alcance dos objetivos macro. Sem a participação dos diferentes atores e instituições, não tem como evoluir”, disse Marta.

Participaram do encontro representantes da Setran, da Guarda Municipal, das secretarias municipais de Educação e da Saúde, além do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR), Sistema Fiep, Agência Nacional em Mobilidade (Anamob) e da Consultoria Mobilidade Segura.

A superintendente municipal de Trânsito, Rosangela Battistella, anunciou o Fórum Paranaense de Mobilidade, que está sendo organizado para o fim de maio em Curitiba. Já os setores de engenharia e de fiscalização de trânsito apresentaram as vertentes de atuação a serem colocadas em prática, como blitze específicas e implantação de nova sinalização. 

Membro do Mobilidade Segura, Cassiano Ferreira Novo elogiou as ações integradas entre agentes de trânsito e guardas municipais nas blitze rotineiras na cidade. “Houve também uma evolução, com a volta da utilização dos radares estáticos para fiscalização da velocidade”, destacou ele.

Instituição do programa

O Vida no Trânsito começou como projeto e evoluiu para programa. “Um projeto tem começo, meio e fim. O programa está inserido e consolidado, com continuidade de ações”, explica Anna Rosa.

Voltado para a vigilância e prevenção de lesões e mortes no trânsito e promoção da saúde, o PVT tem a participação de diversos municípios brasileiros, integrados a um desafio da Organização das Nações Unidas (ONU) para redução no número de mortes e feridos nos acidentes de trânsito  em 50% até o ano de 2020.

Compartilhe nas redes sociais

Mais notícias

Travessa Jesuíno Marcondes terá bloqueio

Serviço ocorrerá das 9h às 11h e das 14h às 16h

João Bettega é a 400ª rua a receber asfal ...

Outras seis ruas da Regional Portão estão ganhando obras de pavimentação, totalizando mais de seis quilômetros

Manoel Ribas terá bloqueio no domingo

Interrupção na passagem de veículos será das 7h às 7h30, no trecho entre os restaurantes Dom Antônio e Cascatinha

Rivelino organiza a cidade em grandes eve ...

Time do servidor observa todos os detalhes para que corridas, shows, jogos, deem certo