Multa de trânsito pode ser paga em parcelas

Facilidade ao cidadão é possível por meio de um convênio entre Setran e Detran-PR

  • O pagamento de multas de trânsito emitidas por agentes de trânsito e guardas municipais em Curitiba agora pode ser feito de forma parcelada. A facilidade ao cidadão é possível por meio de um convênio firmado com o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR).
Foto: Valdecir Galor/SMCS (arquivo)
  • O pagamento de multas de trânsito emitidas por agentes de trânsito e guardas municipais em Curitiba agora pode ser feito de forma parcelada. A facilidade ao cidadão é possível por meio de um convênio firmado com o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR).
 - Na imagem, radar na Rua Campos Sales.
Foto:Levy Ferreira/SMCS (arquivo)
  • O pagamento de multas de trânsito emitidas por agentes de trânsito e guardas municipais em Curitiba agora pode ser feito de forma parcelada. A facilidade ao cidadão é possível por meio de um convênio firmado com o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR).
Foto: Pedro Ribas (arquivo)

O pagamento de multas emitidas em Curitiba por agentes de trânsito da Setran e guardas municipais agora pode ser feito de forma parcelada. A facilidade ao cidadão é possível por meio de um convênio firmado com o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR).

“A Prefeitura recebeu a autorização do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para fazer o parcelamento de multas”, explica a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella. “Lembrando que veículos com débitos em atraso podem ser recolhidos caso sejam flagrados em blitz de trânsito e o pagamento das multas evita esse tipo de transtorno”, aponta ela.

O parcelamento do valor devido pde ser feito em até 12 vezes, com cartão de crédito das bandeiras Visa, MasterCard, Elo, Diners Club e Amex. O procedimento deve ser solicitado presencialmente na sede do Detran-PR (Avenida Victor Ferreira do Amaral, 2.940, Tarumã), de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, exceto feriados.

“Através de delegação, a arrecadação é feita por meio do Detran, que credenciou uma empresa para o parcelamento, em negociação direta do devedor com as principais operadoras de cartões”, conta a superintendente de Trânsito de Curitiba.

As operadoras de cartões de crédito ficam, então, responsáveis pela quitação da dívida, à vista. O repasse ao município é feito de forma única e imediata. “A iniciativa não traz nenhum ônus financeiro à Prefeitura, apenas beneficia e facilita para os cidadãos, que podem colocar os débitos em dia e evitar gastar mais, pois há taxas cobradas em caso de remoção do veículo”, reforça Battistella.

Compartilhe nas redes sociais

Mais notícias

Travessa Jesuíno Marcondes terá bloqueio

Serviço ocorrerá das 9h às 11h e das 14h às 16h

João Bettega é a 400ª rua a receber asfal ...

Outras seis ruas da Regional Portão estão ganhando obras de pavimentação, totalizando mais de seis quilômetros

Manoel Ribas terá bloqueio no domingo

Interrupção na passagem de veículos será das 7h às 7h30, no trecho entre os restaurantes Dom Antônio e Cascatinha

Rivelino organiza a cidade em grandes eve ...

Time do servidor observa todos os detalhes para que corridas, shows, jogos, deem certo