Carros em mau estado são guinchados

Prática coloca em risco a segurança do condutor, dos demais motoristas, de ciclistas e pedestres.

Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Mais três carros em péssimo estado de conservação são guinchados.
Foto: Divulgação
Mais três carros em péssimo estado de conservação são guinchados. Foto: Divulgação
Mais três carros em péssimo estado de conservação são guinchados.
Foto: Divulgação
Mais três carros em péssimo estado de conservação são guinchados. Foto: Divulgação
Mais três carros em péssimo estado de conservação são guinchados.
Foto: Divulgação
Mais três carros em péssimo estado de conservação são guinchados. Foto: Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação

Dirigir um veículo com luzes queimadas ou quebradas coloca em risco a segurança de motoristas, ciclistas e pedestres. É obrigação do condutor verificar as condições do carro antes de circular pelas ruas, assim como dar as setas e estar com as luzes indicativas funcionando.

Apesar do que prevê o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), agentes de trânsito e guardas municipais continuam flagrando situações perigosas como essas durante fiscalizações de rotina.

“Não é à toa que existem regras bem claras estabelecidas em legislação federal quanto à sinalização e quanto às responsabilidades do condutor ao dirigir”, ressalta o diretor de Fiscalização da Superintendência de Trânsito (Setran), Wagnelson de Oliveira.

“Sinalizar ao trocar de faixa ou virar em uma rua é lei para que os outros personagens do trânsito sejam informados da intenção do motorista à frente, ao lado ou atrás”, pontua ele.

Da mesma forma, a Permissão Para Dirigir (PPD) ou a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) são documentos obrigatórios para quem pretende dirigir.

“São garantias de que o indivíduo passou pelo processo teórico e prático que precede a direção das ruas. Mais uma vez, para a segurança de todos”, reforça o diretor de fiscalização da Setran.

Situações corriqueiras

Nos últimos dias, foram mais três veículos guinchados nos quais foram constatadas situações semelhantes de irregularidades. Na manhã desta terça-feira (8/10), um Ford Belina estava sendo conduzido pela Rua Tommaso Campanella, no Barreirinha, por pessoa não habilitada. 

O veículo estava com placa ilegível e sem licenciamento. O DPVAT estava atrasado e havia débitos de mais de R$ 425 em multas anteriores.

Pneu careca, pisca traseiro queimado e falta de licenciamento foram as irregularidades apresentadas por um Palio Weekend na Avenida Paraná, na última quinta-feira (3/10). Quem conduzia o automóvel fugiu no momento da fiscalização. 

Um dia antes, um veículo foi removido na Rua Barão do Rio Branco por estar estacionado de forma irregular em vaga de carga e descarga. O Ford Belina também estava com lâmpadas de piscas dianteiras e traseiras quebradas e apagadas.

Compartilhe nas redes sociais

Mais notícias

Corrida pode deixar trânsito mais lento n ...

Evento passa por ruas dos bairros Centro Cívico, Ahú, São Francisco e São Lourenço

Setran orienta sobre uso de cães-guia

Abordagens a motoristas de táxis e de aplicativo aconteceram na Rodoferroviária na tarde desta sexta-feira (11/10)

Confira o funcionamento dos serviços no f ...

Neste sábado (12/10), comemoram-se o Dia da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, e o Dia das Crianças

Centro Cívico e região da Pedreira terão ...

Reunindo motociclistas de todo o País, a iniciativa pretende arrecadar fundos para o Hospital Erasto Gaertner