Cidade investe para conter inundações e cheias

Estão em andamento processos licitatórios para contratação de obras nos bairros São Braz, Seminário e Fazendinha

Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS

Trabalhando sob a premissa de que a pior cheia é aquela que está por vir, o Departamento de Pontes e Drenagem da Secretaria Municipal de Obras Públicas está liderando processos licitatórios de obras em três bairros. As intervenções no São Braz, Seminário e Fazendinha darão melhores condições de a população enfrentar os efeitos das fortes chuvas, que acontecem nesta época de temperaturas mais elevadas.  

Duas das três licitações tiveram as propostas das empresas participantes do certame conhecidas nesta segunda-feira (4/11). A terceira teve o edital de concorrência publicado nesta segunda-feira (4/11). “As obras se somarão a outras ações que realizamos constantemente para minimizar os riscos oferecidos por cheias e inundações”, disse Rodrigo Rodrigues, secretário municipal de Obras Públicas.  

Entre as obras com propostas abertas nesta segunda, está a implantação de galerias de águas pluviais na Rua Nabal Guimarães Barreto, no trecho de 408 metros entre a Rua Antônio Adão Falarz e a Avenida Três Marias, no bairro São Braz. Quando a licitação estiver concluída e os serviços começarem, serão 60 dias de prazo para a execução dos trabalhos. 

Também tiveram propostas abertas as intervenções de perfilamento e contenção de taludes e a construção de galerias celulares – de 4 metros por 3 metros - no córrego Hermes Fontes. O local da futura obra fica em paralelo com a Rua Arthur Suplicy de Lacerda, entre o Rio Barigui e a Rua Deputado Nilson Ribas, no Seminário. A previsão de duração dos serviços é 210 dias. 

Publicação de editais

Com edital de licitação publicado, está lançado o processo licitatório da implantação de galeria de águas pluviais na Rua Doutor Manoel Francisco Ferreira. A estrutura de escoamento de água da chuva alcançará 621 metros entre as ruas Alberto Ruts e Alfredo Jaime Felippe, no Fazendinha. 

Para esta obra, a previsão de abertura dos envelopes com as propostas das empresas é o dia 6 de dezembro. O tempo estimado de execução desta intervenção chega a 120 dias. 

Nova passarela

Para dar mais segurança e conforto a moradores, o Departamento de Pontes e Drenagem da Secretaria Municipal de Obras Públicas ainda publicou nesta segunda-feira (4/11) o edital de licitação para contratar a empresa que irá fabricar, montar e instalar uma nova passarela metálica na Rua Etelvina Maria da Silveira Coelho, sobre o Arroio Boa Vista, no Sítio Cercado.

A estrutura terá 24 metros de extensão e o prazo de execução dos serviços é de 60 dias. A data prevista para a abertura dos envelopes com as propostas das empresas interessadas em prestar o trabalho é o dia 6 de dezembro.

Compartilhe nas redes sociais

Mais notícias

Setran participa de fórum do Vida no Trân ...

Sistema sonoro de alerta para pedestres, implantado em cruzamento movimentado de Curitiba, foi apresentado no evento

Maratona de Curitiba altera o trânsito

Ruas serão compartilhadas entre atletas e motoristas, com orientação dos agentes da Setran

Veja o que abre e fecha no feriado

Unidades administrativas e de atendimento nas Ruas da Cidadania das Regionais não funcionarão

Prefeitura isenta carros elétricos do Est ...

O decreto vale para veículos elétricos particulares e também para carros de compartilhamento elétrico (sharing) na cidade