Prefeitura e blocos organizam o pré-Carnaval

No encontro, os participantes dialogaram sobre o planejamento para o evento do próximo ano

Beatriz Jarzinski/SMDT
Beatriz Jarzinski/SMDT
Beatriz Jarzinski/SMDT
Beatriz Jarzinski/SMDT
Beatriz Jarzinski/SMDT
Beatriz Jarzinski/SMDT
Beatriz Jarzinski/SMDT
Beatriz Jarzinski/SMDT
Beatriz Jarzinski/SMDT
Beatriz Jarzinski/SMDT
Beatriz Jarzinski/SMDT

Representantes da Prefeitura e de blocos de rua do Carnaval da cidade se reuniram, nesta quinta-feira (28/11), na Secretaria Municipal de Defesa e Trânsito, para falar sobre as propostas e organização para o pré-Carnaval 2020. Essa foi a primeira reunião para tratar do assunto. 

O pré-Carnaval deverá começar no dia 3 de janeiro, uma sexta-feira, e vai até a semana que antecede o Carnaval, em fevereiro. Os desfiles dos blocos serão às sextas, sábados e domingos. 

Durante o encontro, coordenado pelo Gabinete de Gestão Integrada Municipal, foi discutido sobre o circuito do Largo da Ordem, por onde os participantes irão passar e a organização do evento para dar apoio aos blocos regulamentados.

A Guarda Municipal e a Superintendência de Trânsito (Setran) apoiam o evento com acompanhamento e possíveis bloqueios pontuais de ruas. Já a Fundação Cultural de Curitiba providenciará banheiros químicos e brigadistas para situações pontuais de emergência.

Baseado no sucesso do pré-carnaval de 2019, o objetivo da reunião foi integrar os órgãos públicos, através da apresentação do que está sendo discutido em outras secretarias. 

“Estamos felizes em participar novamente. A intenção é dar continuidade àquilo que deu certo em 2020”, disse o superintendente da Guarda Municipal, Carlos Celso dos Santos Junior.

Participaram do encontro representantes da Fundação Cultural de Curitiba, Secretaria da Defesa Social e Trânsito, Urbs, do Instituto Municipal de Turismo e da Administração Regional da Matriz, além do assessor da Diversidade Sexual da Prefeitura, Allan Johan, e de representantes dos blocos do pré-Carnaval de Curitiba.
 

Compartilhe nas redes sociais

Mais notícias

Opções de desvio da Victor Ferreira do Am ...

Enquanto durarem as obras, trânsito pode ficar mais carregado na divisa de Curitiba com Pinhais.

Começa o cadastro para o EstaR eletrônico

O usuário poderá adquirir créditos de estacionamento em via pública pelos aplicativos e em estabelecimentos comerciais credenciados para fazer a venda

Inclusão e respeito ao pedestre no trânsi ...

Ações do poder público já contribuíram para a redução de 46,5% dos acidentes com morte na cidade

Fiscalizações deixam o trânsito mais segu ...

Imprudência e desrespeito à sinalização são condutas que mais causam acidentes graves, de acordo com análise do Programa Vida no Trânsito (PVT)