Prefeitura investe em calçadas e ciclovias

Na primeira etapa do projeto, serão 29,4 quilômetros de nova estrutura cicloviária e 21,5 quilômetros de requalificação de vias e calçadas

Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS
Pedro Ribas/SMCS

A Prefeitura de Curitiba lançou, nesta quinta-feira (11/2), o projeto Caminhar Melhor, como parte do Programa de Mobilidade Urbana contemplado no Plano de Governo para a gestão 2021/2024. Serão R$ 40 milhões de investimentos em melhorias e novas estruturas cicloviárias e de calçadas com vistas à intermodalidade do transporte e para favorecer os deslocamentos não motorizados na cidade. Os recursos são do Finisa, o Programa de Financiamento para Infraestrutura e Saneamento da Caixa Econômica Federal.

“Queremos chegar a 150 km de estrutura cicloviária e 100 km de calçadas acessíveis”, afirmou prefeito Rafael Greca, ao assinar as ordens de serviço de projetos e autorizar a licitação das obras de implantação de novas calçadas do primeiro lote do Caminhar Melhor.

No Salão Brasil do Palácio 29 de Março, o prefeito autorizou a licitação das obras de 3,16 km de novas calçadas em trechos das vias Major Heitor Guimarães (409 metros), no Campina do Siqueira; Doutor Goulin (66,2 metros), no Hugo Lange; Francisco Alves Guimarães (196 metros), no Cristo Rei; Eduardo Afonso Nadolny (645 metros), na CIC; João Parolin, no Parolin; e a Avenida Batel (1.400 metros).

Presente ao evento como representante do agente financiador, a superintendente de Rede da Caixa Econômica Federal, Maria do Carmo da Rocha, destacou a importância da parceria do município e do banco no projeto.

“É com alegria que vejo o empenho da gestão e da equipe na realização deste projeto e uma satisfação para a Caixa fazer parte deste processo. Somos parceiros para poder elevar Curitiba, cada vez mais, como exemplo de boa gestão e de parcerias fortes pelo desenvolvimento.”

Greca reforçou a importância da parceria com a Caixa para a implantação do projeto.

“Quero agradecer às delicadas palavras da Maria do Carmo Rocha, que é o banco financiador do Finisa, que vai nos permitir implantar esse grande programa de mobilidade ativa, dentro das normas de acessibilidade. É um grande esforço da cidade, no valor de R$ 40 milhões para a urbanização e a qualidade de vida”, completou.

Acompanharam o lançamento do projeto, o vice-prefeito Eduardo Pimentel; os vereadores Tico Kuzma, Mauro Bobato e Serginho do Posto; o secretário do Governo Municipal e presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur; o secretário interino da Defesa Social e Superintendente da Guarda Municipal, Carlos Celso dos Santos Júnior; a assessora do Departamento dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Denise Maria Amaral de Oliveira Moraes; o vice-presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Gilberto Deggerone; e o representante da Federação Paranaense de Ciclismo, Eduardo Pereira.

Participaram on-line do evento, a vereadora Maria Letícia; os administradores regionais; a diretora da Setran, Rosângela Battistella; a diretora de Projetos do Ippuc, Célia Bim; e representantes de entidades parceiras da Prefeitura na atenção à Pessoa com Deficiência, Júnior Ongaro, presidente da Associação dos Deficientes Físicos do Paraná (ADFP); Veranice Ferreira, conselheira do Instituto Paranaense dos Cegos (IPC); e Maíra de Oliveira, presidente da Federação Estadual das Instituições de Reabilitação do Estado do Paraná (Febiex).

A primeira etapa do projeto Caminhar Melhor conta com 29,4 km de estrutura cicloviária e 21,5 km de novas calçadas em toda a cidade. Ao todo, serão quatro etapas.

Ciclomobilidade

A estrutura de ciclomobilidade a ser implantada no projeto Caminhar Melhor está integrada ao Plano de Estrutura Cicloviária de Curitiba. Lançado em novembro de 2019, com a meta de implantar 200 quilômetros de vias voltadas à ciclomobilidade, o Plano Cicloviário já alcançou 54,2 quilômetros entre estrutura implantada, em execução e projetada, desde a sua implantação.

Já estão em fase final de implantação, no bairro Campo de Santana, na Regional Tatuquara, 3,5 km de nova estrutura cicloviária implantados ao longo do binário das ruas Lucas de Carvalho e Iracema Gonsalves Carvalho.

Outros bairros

Nesta primeira etapa do Caminhar Melhor também estarão contemplados projetos de mais 26 km de nova estrutura cicloviária para a implantação na CIC, no Sítio Cercado, Jardim das Américas.

Neste conjunto de intervenções, estão incluídas a estrutura de ciclomobilidade, com 7,7 km, na Avenida Juscelino Kubitscheck de Oliveira; outros 4,3 km na integração da JK com a Rua Algacyr Munhoz Maeder; mais 1,1 km na Rua Eduardo Sprada ligando à JK e também em 1,1 km de extensão da Rua Theodoro Locker até a JK, no CIC.

A estrutura a ser implantada na CIC possibilitará a conexão com o setor estrutural Oeste, ligando ao Terminal Campo Comprido e também às ciclorrotas das Vila Sabará, Caiuá e Diadema.

Outros 2,2 km serão implantados às margens do Ribeirão dos Padilhas em direção à Rua dos Pioneiros e de lá rumo ao Parque do Semeador e na Rua Etelvina Maria da Silveira Coelho, às margens Ribeirão dos Padilhas, ligando até o Terminal Sítio Cercado. E ainda no eixo da Avenida Nossa Senhora de Lourdes, no Jardim das Américas, e em trechos de vias de conexão com o itinerário do Inter 2 nos bairros São Francisco, Bigorrilho e Bom Retiro.

Novas calçadas

Neste primeiro lote, além de novas calçadas e paisagismo, os projetos incluem a requalificação das vias, drenagem, sinalização viária horizontal, vertical e semafórica, iluminação pública, contenção e infraestrutura para rede de fibras óticas, ao longo de 18,4 km de extensão em trechos de ruas de vários bairros.

Segundo o prefeito, o modelo dos passeios vai privilegiar a acessibilidade e facilitar o acesso ao comércio e aos serviços na região central da cidade e nos centros de bairro.

Estão na lista de intervenções a Rua David Tows, no Sítio Cercado, no trecho entre a Rua José Bassa e a Izaac Ferreira da Cruz. Na mesma região estão incluídas obras na Rua Izaac Ferreira da Cruz, no trecho entre a Rua Filósofo Humberto Rohden e Rua David Tows.

Para o Xaxim, estão programadas obras na Rua Primeiro de Maio, no trecho entre as Ruas Augusto Dallegrave Figueiredo e a BR-116.

No CIC, as intervenções serão na Rua Desembargador Cid Campelo, no trecho entre a Rua Professor Algacyr Munhoz Mader e a Rua Rodrigo Faiçal Zeni. E também na Rua Léa Moreira de Souza Moura, no trecho entre a Rua Shirlei Solange Montovani e Rua Padre Gastón.

No Cajuru, as melhorias serão feitas na Rua Niterói, entre a BR-277 e a Rua Trindade.

Região Central

Para região Central da Cidade as melhorias nas vias e calçadas serão feitas na Rua João Negrão, entre a Rua XV de Novembro  e a André de Barros; na Rua Cruz Machado, entre a Praça Tiradentes e Avenida Visconde de Nácar; na Rua Desembargador Ermelino de Leão, entre a Avenida Jaime Reis e a Rua Kellers; na Avenida Jaime Reis, entre a Rua Desembargador Ermelino de Leão e a Rua Doutor Muricy; na Rua Doutor Muricy, entre a Jaime Reis e Rua Kellers; na Rua Trajano Reis, entre a Praça do Gaúcho e a Rua Inácio Lustosa e o no trecho entre a Rua Carlos Cavalcanti e o Largo da Ordem.

Também estão incluídas a Rua Voluntários da Pátria, entre a Praça Osório e Rua Saldanha Marinho; a Rua Cândido Lopes no trecho da Praça Osório; a Rua Saldanha Marinho, entre a José Bonifácio e a Fernando Simas; e a Alameda Prudente de Moraes, no trecho entre a Travessa dos Editores e a Alameda Carlos de Carvalho. E ainda a Rua Emiliano Perneta, no trecho entre a Praça Zacarias e a Rua Benjamin Lins.

Também estão na lista de intervenções, a Avenida Sete de Setembro, entre o Largo Baden Powel e a Rua Ubaldino do Amaral; a Rua Francisco Torres, entre a Avenida Visconde de Guarapuava e a Avenida Presidente Affonso Camargo; a Rua Doutor Faivre, entre as Avenidas Visconde de Guarapuava e Presidente Affonso Camargo; a Rua General Carneiro, entre as Avenidas Visconde de Guarapuava e Presidente Affonso Camargo; a Rua da Paz, desde a Avenida Visconde de Guarapuava até a Avenida Presidente Affonso Camargo.

Na região do Bacacheri, serão feitas obras na Rua Estados Unidos, entre as Ruas Costa Rica e a Avenida Prefeito Erasto Gaertner; na Rua Holanda, entre as Ruas Costa Rica e Erasto Gaertner e na Rua Prefeito Erasto Gaertner, ao longo de 1 km, entre as Ruas Flávio Dallegrave e Álvaro Botelho e ainda na Rua México, no trecho entre a Avenida Erasto Gaertner e Coronel Temístocles de Souza Brasil.

Compartilhe nas redes sociais

Mais notícias

Aglomerações resultam em R$711 mil em mul ...

No fim de semana, centenas de pessoas reunidas foram dispensadas pela Guarda Municipal, em conjunto com policiais militares

Curitiba debate mobilidade em evento on-l ...

Com foco no transporte público, debate organizado ANTP reuniu especialistas sobre o assunto e teve a participação do vice-prefeito, Eduardo Pimentel

Esquema de segurança é reforçado no carna ...

Guardas municipais e policiais militares aumentam efetivo para a região do Largo da Ordem, ruas e praças a partir desta sexta-feira (12/2)

Obra no Pilarzinho entra na etapa final

Serviços de drenagem, perfilamento e implantação de galerias celulares estão adiantados e devem ser entregues até maio