Assinada ordem de serviço para obras no viaduto do Alto Boqueirão

Intervenções de reforço estrutural vão prolongar a vida útil do equipamento e liberar o trânsito para veículos leves

  • Assinada ordem de serviço para obras no viaduto do Alto Boqueirão, em Curitiba. Foto: Ricardo Marajó/SMCS
  • Assinada ordem de serviço para obras no viaduto do Alto Boqueirão, em Curitiba.
Foto: Levy Ferreira/SMCS
  • Assinada ordem de serviço para obras no viaduto do Alto Boqueirão, em Curitiba.
Foto: Levy Ferreira/SMCS
  • Assinada ordem de serviço para obras no viaduto do Alto Boqueirão, em Curitiba.
Foto: Levy Ferreira/SMCS

Foi assinada nesta quinta-feira (13/7), pela Prefeitura de Curitiba e a Construtora Legnet, a ordem de serviço para as obras de reforço estrutural do atual viaduto que liga as ruas João Miqueletto e Eduardo Pinto da Rocha sobre a linha férrea, no Alto Boqueirão.

A Prefeitura interrompeu o tráfego no viaduto para evitar tragédias, após um levantamento sobre as condições da estrutura ter apontado risco de queda por conta de anomalias causadas pela ação do tempo.

De acordo com a Secretaria Municipal de Obras Públicas, nos próximos dias a empresa responsável vai instalar um canteiro de obras de apoio para as equipes, para iniciar a intervenção, que deve durar 90 dias.

“O reforço estrutural para o prolongamento da vida útil do viaduto vai possibilitar a passagem contínua de tráfego leve nos dois sentidos, até que solução definitiva venha com a criação de uma nova estrutura que já está sendo projetada pelo Ippuc”, conta o secretário de Obras Públicas, Rodrigo de Araújo Rodrigues.

As obras de reforço estrutural do viaduto da Rua João Miqueletto permitirão a passagem de carros e caminhonetes, com no máximo duas toneladas de peso por veículo.

Estrutura subdimensionada

O viaduto do Alto Boqueirão tem cerca de 50 anos e foi projetado para suportar um tráfego muito inferior ao que estava recebendo, o que contribuiu para colapsar a estrutura subdimensionada.

Para evitar o desabamento, no ano passado, foram contratados projetos e executadas obras de escoramento e de reforço da estrutura, com a implantação de vigas metálicas para escorar o viaduto. Duas estruturas com 25 toneladas de aço, entre perfis e cantoneiras, foram montadas sob cada um dos dois blocos de apoio dos pilares que dão sustentação ao viaduto.

As vigas implantadas reforçam os pilares existentes e garantem que a linha férrea que passa por baixo do viaduto, em área de domínio da Concessionária Rumo, continue a funcionar sem o perigo de paralisação do fluxo de cargas.

Próximas etapas

Agora, a Construtora Legnet será responsável por executar as obras de reforço das bases dos pilares, tornando possível consolidar a estrutura do viaduto.

Após a intervenção, a limitação de circulação será de uma tonelada por eixo, considerando veículos de dois eixos, e o máximo de 2 toneladas por veículo para o tráfego contínuo de passagem nas duas faixas.

Também serão instalados semipórticos nas vias do entorno para viabilizar a futura liberação dos veículos. Dois lances de barreiras de concreto tipo New Jersey (simples e dupla) serão implantados nas vias de acesso, nos dois sentidos, além de guard-rails sobre o viaduto a serem concretados junto com o reforço da base. A Setran elaborou projeto de sinalização básica do local.

Segundo viaduto

Paralelamente às obras de reforço da atual estrutura, um projeto de um novo viaduto já está em desenvolvimento pela equipe do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc).

Com a construção futura do novo viaduto com capacidade para o trânsito pesado, a estrutura atual em reforma será incorporada ao sistema viário como uma passarela de uso diverso para a comunidade.

Mais notícias

Blitze da Escola de Trânsito orientam motoristas e estudantes

Nesta sexta-feira (23/2), a orientação foi na Escola Enéas Marque dos Santos, no bairro Cajuru. São dez unidades atendidas, uma de cada regional

Para ampliação, viaduto no Tarumã vai receber vigas gigantes

Mudança no trânsito será necessária para o início os serviços de içamento e lançamento das vigas, que têm de 30 a 43 metros e pesam de 85 a 110...

Por segurança, trecho da Victor Ferreira de Amaral será interditado

Interdição da avenida será no trecho entre o Super Muffato e o Colégio Militar do Paraná para a nova fase das obras do Complexo Tarumã. O bloqueio...

Rua do Barreirinha passa a ter sentido único a partir desta quinta

Alteração beneficia estudantes de Centro de Educação Infantil da região